Cerveja, vinho e espirituosas entregues à tua porta.
Javali Pét Nat Rosé Espumante 2020

Javali Pét Nat Rosé Espumante 2020

Região de origemDouro
CastasVinhas Velhas
PaísPortugal
Ano2020
ABV%11.0%
EspecialidadeColheita manual para caixas de 20 kg. As uvas estão totalmente desengaçadas. Fermentação em inox e engarrafamento sem estabilização antes do final da fermentação alcoólica. Fermentação final em garrafa.
ProdutorQuinta do Javali
Nota de provaCor framboesa que permanece entre o lançamento de uma espuma branca na hora de abrir a garrafa. O nariz do PET NAT é IRREVERANTE e OUSADO. O processo de fermentação é conduzido de forma natural, sem artificialidade e dando a última palavra à Mãe Natureza, conduzindo ao aparecimento de aromas de fermentação irreverentes. Com o tempo necessário de “respiração” de qualquer ser vivo, como no caso do vinho, emergem aromas ousados ​​de um vinho natural: frutos vermelhos ligeiramente macerados e notas minerais. Na boca, é possível detectar notas frutadas e um nervo ácido que refresca “de fresco” o nível dos açúcares naturais que o vinho possui, açúcares estes que vão diminuindo ao longo da fermentação natural que decorre no interior da garrafa. Por outro lado, o “pétillance” ressurge girando o vidro, com o lançamento de mais espuma,
AlérgenosContém Sulfitos
Servir a8-10ºC
Descrição do produto
Região de origemDouro
CastasVinhas Velhas
PaísPortugal
Ano2020
ABV%11.0%
EspecialidadeColheita manual para caixas de 20 kg. As uvas estão totalmente desengaçadas. Fermentação em inox e engarrafamento sem estabilização antes do final da fermentação alcoólica. Fermentação final em garrafa.
ProdutorQuinta do Javali
Nota de provaCor framboesa que permanece entre o lançamento de uma espuma branca na hora de abrir a garrafa. O nariz do PET NAT é IRREVERANTE e OUSADO. O processo de fermentação é conduzido de forma natural, sem artificialidade e dando a última palavra à Mãe Natureza, conduzindo ao aparecimento de aromas de fermentação irreverentes. Com o tempo necessário de “respiração” de qualquer ser vivo, como no caso do vinho, emergem aromas ousados ​​de um vinho natural: frutos vermelhos ligeiramente macerados e notas minerais. Na boca, é possível detectar notas frutadas e um nervo ácido que refresca “de fresco” o nível dos açúcares naturais que o vinho possui, açúcares estes que vão diminuindo ao longo da fermentação natural que decorre no interior da garrafa. Por outro lado, o “pétillance” ressurge girando o vidro, com o lançamento de mais espuma,
AlérgenosContém Sulfitos
Servir a8-10ºC
Descrição do produto