Cerveja, vinho e espirituosas entregues à tua porta.
José de Sousa Puro Talha Tinto 2015

José de Sousa Puro Talha Tinto 2015

Região de origemAlentejo
CastasGrand Noir, Trincadeira, Aragonez, Moreto
PaísPortugal
Ano2015
ABV%12.5%
EspecialidadeA essência da vinificação em pequena escala mudou em mais de dois mil anos. Nesse processo, as uvas previamente espremidas a pé são apedrejadas à mão em uma mesa de amadurecimento. A fermentação ocorre com 30% do fedor, em talhas com capacidade média de 1.600 litros a uma temperatura em torno de 28ºC, sendo controlada pela rega das talhas 4 vezes ao dia. A fermentação leva aproximadamente 8 dias, deixando o vinho em maceração após a fermentação até novembro. Após a prensagem das massas, parte é colocada em guinchos por um período de cerca de 16 meses, no qual é usada uma película de azeite para evitar a oxidação. A outra parte estava estampada em barris marrons de 500 litros. Ao mesmo tempo, era fermentado em uma pequena grua com capacidade para 300 litros e no restante da barraca com um pouco de mosto. Este produto é chamado de vinho amadurecido, porque é o resultado dessa técnica ancestral de desengace manual.
ProdutorJosé Maria da Fonseca
Nota de provaCor marrom avermelhado. Aroma: de nozes, especiarias (pimenta preta, cravo), argila, licor, evoluíram, mas não oxidaram. Sabor robusto, seco, boa acidez, muito equilibrado, taninos presentes mas macios. Longo e persistente.
Food pairingBom com peixe refogado, médio, carnes vermelhas apimentadas, ensopados.
Servir aArmazenamento Deitado a uma temperatura de 15 ° C. Servir a uma temperatura de 16 ° C a 18ºC.
EnólogoDomingos Soares Franco
Descrição do produto
Região de origemAlentejo
CastasGrand Noir, Trincadeira, Aragonez, Moreto
PaísPortugal
Ano2015
ABV%12.5%
EspecialidadeA essência da vinificação em pequena escala mudou em mais de dois mil anos. Nesse processo, as uvas previamente espremidas a pé são apedrejadas à mão em uma mesa de amadurecimento. A fermentação ocorre com 30% do fedor, em talhas com capacidade média de 1.600 litros a uma temperatura em torno de 28ºC, sendo controlada pela rega das talhas 4 vezes ao dia. A fermentação leva aproximadamente 8 dias, deixando o vinho em maceração após a fermentação até novembro. Após a prensagem das massas, parte é colocada em guinchos por um período de cerca de 16 meses, no qual é usada uma película de azeite para evitar a oxidação. A outra parte estava estampada em barris marrons de 500 litros. Ao mesmo tempo, era fermentado em uma pequena grua com capacidade para 300 litros e no restante da barraca com um pouco de mosto. Este produto é chamado de vinho amadurecido, porque é o resultado dessa técnica ancestral de desengace manual.
ProdutorJosé Maria da Fonseca
Nota de provaCor marrom avermelhado. Aroma: de nozes, especiarias (pimenta preta, cravo), argila, licor, evoluíram, mas não oxidaram. Sabor robusto, seco, boa acidez, muito equilibrado, taninos presentes mas macios. Longo e persistente.
Food pairingBom com peixe refogado, médio, carnes vermelhas apimentadas, ensopados.
Servir aArmazenamento Deitado a uma temperatura de 15 ° C. Servir a uma temperatura de 16 ° C a 18ºC.
EnólogoDomingos Soares Franco
Descrição do produto