Cerveja, vinho e espirituosas entregues à tua porta.
Quinta da Côrte Reserva DOC Viosinho 2019

Quinta da Côrte Reserva DOC Viosinho 2019

Região de origemDouro
CastasViosinho
PaísPortugal
Ano2019
ABV%14.0%
EspecialidadeFresco, Intenso, Guloso
ProdutorQuinta da Côrte
Nota de provaNotas amanteigadas e fumadas conferidas pela madeira. Fruta branca e aromas florais. Muito vivo na boca, com frescura, untuoso e persistente.
Food pairingqueijos de intensidade média, assados de porco, bacalhau e polvo à lagareiro, arroz de polvo
Servir a12-15ºC
Descrição do produto
De uma forma geral, o ano vitícola teve grandes oscilações no período de Inverno e Primavera, com os meses de Dezembro 2018 e Maio 2019 muito mais quentes que o normal e os meses de Janeiro e Junho mais frios. Registaram-se algumas ondas de calor, especialmente durante o mês de Julho. Em termos de precipitação, que ocorreu principalmente no período de Inverno e Primavera, mas com valores inferiores à normal, à exceção dos meses de Novembro e Abril com valores de precipitação superiores à normal. O período de Maio a Setembro foi conside-rado muito seco pois praticamente não choveu. O que, juntamente com as condições de temperaturas elevadas, veio acentuar a seca severa que se sentiu durante estes últimos meses. Durante o período de vindima verificaram-se grandes amplitudes térmicas.
Região de origemDouro
CastasViosinho
PaísPortugal
Ano2019
ABV%14.0%
EspecialidadeFresco, Intenso, Guloso
ProdutorQuinta da Côrte
Nota de provaNotas amanteigadas e fumadas conferidas pela madeira. Fruta branca e aromas florais. Muito vivo na boca, com frescura, untuoso e persistente.
Food pairingqueijos de intensidade média, assados de porco, bacalhau e polvo à lagareiro, arroz de polvo
Servir a12-15ºC
Descrição do produto
De uma forma geral, o ano vitícola teve grandes oscilações no período de Inverno e Primavera, com os meses de Dezembro 2018 e Maio 2019 muito mais quentes que o normal e os meses de Janeiro e Junho mais frios. Registaram-se algumas ondas de calor, especialmente durante o mês de Julho. Em termos de precipitação, que ocorreu principalmente no período de Inverno e Primavera, mas com valores inferiores à normal, à exceção dos meses de Novembro e Abril com valores de precipitação superiores à normal. O período de Maio a Setembro foi conside-rado muito seco pois praticamente não choveu. O que, juntamente com as condições de temperaturas elevadas, veio acentuar a seca severa que se sentiu durante estes últimos meses. Durante o período de vindima verificaram-se grandes amplitudes térmicas.